Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

26
Out13

Desabafo #3

por Blog*da*Mary

Há dias em que colocamos em questão (quase) toda a nossa vida, como se tantos anos, passassem em segundos diante dos nossos olhos.

Hoje tive um desses dias..em que me questionei sobre imensas coisas...e como é obvio não encontrei grandes respostas (talvez não as queira assim tanto)!

Eu sou uma pessoa simples, vivo num mundo mais ou menos inventado por mim e sou (quase sempre) feliz. Convido alguns a fazerem parte deste meu mundo, outros pedem para entrar...e assim vamos vivendo entre tons rosa e cinzento claro...entre gargalhadas e choros mimados...entre "deixa-me em paz" e "amo-te muito"! E gosto...gosto assim.

Quando uma destas pessoas que pertence "aqui" me embala...sou feliz  e sonhadora. Enquanto embalo, desejo que sonhem e que sejam felizes. Se em vez disso me empurram, levanto-me e questiono: -"porquê?", "porquê"? Há empurrões que nos ajudam a avançar...e se sou eu que empurro, será com toda a força da minha bondade! É assim que se passa aqui...neste mundo de que vos falo...o meu, o nosso! E eu gosto...

 

Mas, e quando pessoas de mundos distantes tentam entrar no nosso com o intuito de o destruir? E nós, pobres sonhadores damos tudo o que temos para que nada lhes falte deste lado de cá...

 

Sentimo-nos perdidos não é...?

 

Mas....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Out13

DESABAFO Nº2

por Blog*da*Mary

Fala-se tanto aqui, ali e além...mas quase nada se diz que seja durável e perene... Sinto falta das palavras saídas do coração, aquelas que são sentidas, as tais que são bálsamo para a alma!

Sinto falta de conversar com pessoas mais velhas, aquelas que já não têm pressa de nada e que se emocionam a partilhar pedaços de vida!

Gosto daqueles momentos em que não se medem palavras nem cultivam imagens e conseguimos dizer alguma coisa do segredo que trazemos dentro.

Desde sempre que gosto de ouvir "gente que viveu muito" , a quem a vida foi burilando e talhando  e a quem nenhum desafio (portas fechadas, medos, recuos, doeças ) foi capaz de azedar.

Pessoas que conseguem ver as suas vidas com uma maior distância...e que vão aprendendo a olhá-la com serenidade, pessoas que tão bem dominam a arte de relativizar problemas de surpreender janelas meticulosamente adornadas ao lado das portas que se nos fecham...

 

Tenho saudades de falar contigo, Mãe!

Autoria e outros dados (tags, etc)

13
Out13

Desabafo nº1.

por Blog*da*Mary

Dizem que passamos a dar bons conselhos, quando a idade já não nos permite dar maus exemplos. Eu não acredito nisso das idades... e sei que seriamos muito mais felizes se não houvesse um calendário a ditar datas... não preciso de saber o dia em que aconteceu, preciso apenas de vontade de recordar e de motivos para não esquecer. Não preciso de saber quando nasceu, preciso apenas de saber que está cá...tantas vezes que a idade da alma e do rosto não são a mesma que o calendário nos diz que temos. Não pode ser!!!!

Bom, mas eu nem queria falar de nada disso, lá estou eu...sempre a divagar...Dizia eu: - Dizem que passamos a dar bons conselhos quando a idade não nos permite dar maus exemplos, será? E o que são bons conselhos? Eu não gosto de conselhos, nem de dar nem de receber...gosto de ouvir pontos de vista e de partilhar vivências. Simples assim!!

 

Só os tolos é que não ouvem ninguém...eu quero desesperadamente ser uma eterna tola e ainda assim ouvir, sentir...o que os outros me dizem, como se partilhassem bocadinhos de si...mas conselhos...conselhos não quero.

 

Não podemos aconselhar alguém sobre algo que não compreendemos, sobre algo que desconhecemos...não podemos olhar para os outros e querermos que sejam como nós...não porque nos amamos, mas pela frustração de nunca termos conseguido ser como eles.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

16
Set13

 

Esta expressão da "agulha no palheiro" ( a minha mãe sempre disse que o meu quarto parecia um palheiro) nunca fez tanto sentido para mim como desde que decidi que queria ser doente  docente. Encontrar emprego na área é mesmo como encontrar uma agulha num palheiro, com a agravante de sermos "milhões" dentro do palheiro a magoar-nos uns aos outros, muitas vezes em lutas desiguais que nos levam a desistir. Não há palha para todos, e eu cá me vou focando na agulha...procuro , procuro e lá me vão saindo outras coisas ( aec´s, apoio escolar, explicações , nadita de nada), mas e a agulha,(? )essa nem num pé se me espeta...sei que somos muitos. Haja palheiros para todos, porque agulhas... dessas já não sei nada...{#emotions_dlg.serious}

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


marguiv


marguiv


marguiv

Comentários recentes

  • Blog*da*Mary

    não percebi

  • Jorge

    É um adeus definitivo ou ainda existe a esperança ...

  • Calipso

    Está enorme! espero que esteja a correr bem. Há b...

  • Marta Moura

    Que fofa! :)

  • Ana Mota

    Concordo. Eu só compreendi por inteiro algumas sit...

  • Ana Mota

    Vai melhorar com toda a certeza! A MM tb está numa...

  • Ana Mota

    Dói ler estes relatos. Sinto-os. É muito difícil p...

  • Blog*da*Mary

    Obrigada Joaninha pelo carinho, estou aqui a conta...

  • Joana

    Pois é minha querida. Ainda bem que ela foi com a ...

  • omeumaiorsonho

    Lol até a mim deu me graça , imagino a cara do rap...

  • Blog*da*Mary

    As crianças são a melhor coisas do mundo...a segun...

  • Blog*da*Mary

    ui...e agora!!!!????!!!!

  • Angela

    Olha eu hoje consegui ser sincera ao dar a minha o...

  • Angela

    Ai que delícia a partilha destas desventuras da tu...

  • Anónimo

    Sempre à ordens, estou cá para isso! Sempre que pr...

  • Blog*da*Mary

    Não, estava convencida de que o facebook é o blog ...

  • Ana Mota

    Acho que fazes muito bem em registar as pérolas da...

  • Taras e Manias

    Não tens ar de inconveniente :)Sóniawww.tarasemani...

  • AMORXU

    olá :ppultimamente tenho estado sempre no teu blog...

  • Blog*da*Mary


marguiv


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D





Calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930